sábado, 24 de janeiro de 2009

A Bússola de Ouro, de Philip Pullman

A bussola de ouro

Ao ler este livro, tenha em mente que a historia se passa em um universo paralelo ao nosso, não que o universo em que residimos não seja levado em consideração, mas a trama toma por base a idéia da existência de incontáveis universos, todos entrelaçados e coexistentes.
Como qualquer universo criado, este também possui suas particularidades, por exemplo? cada pessoa vive acompanhada de seu Dimon, a maneira mais fácil de descrever o que vem a ser um Dimon é dizendo que eles são a personificação da alma de seus donos. E comumente assumem a forma de um animal.
A ação começa quando um cientista começa a explorar uma suposição, que se verdadeira, derrubaria todos os dogmas pré-estabelecidos pelo magistrado. Alguem aqui se lembra de um carinha chamado Galileu Galilei? Certa vez ele disse que a terra era redonda, foi condenado pela santa inquisição, e se não fosse sua amizade com o papa em serviço teria sido executado. Neste livro de Philip Pullman acontece algo parecido, Lorde Asriel é capturado e preso pelo Magistrado devido a sua insistência em provar a existência de mundos paralelos.
Nas paginas de seu livro, o autor busca mostrar sua posição perante a sociedade e a religião. Ele é ateu, e não é necessário muito esforço para perceber que ele buscar encaixar o magistrado, que por sinal é o vilão da historia, no perfil que a igreja católica tinha lá pelo inicio do seculo XIX.
Reparou que até esta linha eu não havia sequer mencionado o nome de Lyra Belacqua, a sobrinha de Lorde Asriel e personagem principal, é que costumo ter o péssimo habito de contar spoilers, e para os futuros leitores desse livro, eu não gostaria de tirar a magia dessa leitura.
A Bussola de Ouro é o primeiro volume da trilogia Fronteiras do Universo, os ouros dois se tratam de A Faca Sutíl e A Luneta Âmbar.
Antes de terminar o post talvez eu deva ao menos tentar explicar o título do livro, A bussola de ouro se trata realmente de um alethiômetro, que seria um leitor da verdade, se o portador de tal objeto tiver conhecimento de seu manuseio, e souber os muitos significados de cada um de seus 64 signos, não a pergunta que não possa ser respondida.
Espero que eu tenha conseguido não ser muito confuso, ou se fui, que tenha ao menos lhe despertado o interesse por este livro.

Se lhe surgir alguma duvida, entre num site chamado Google, lá você poderá obter mais detalhes, além de incontáveis spoilers.

A Bússola de Ouro

Um comentário:

  1. Gostaria de saber por quanto posso comprar este livro.

    ResponderExcluir